As pedras encantadas da Serra do Sincorá por Reginaldo Marinho

Ao subir o Serrano, recanto bucólico do Parque Municipal da Muritiba, a quinze minutos de caminhada, a partir de Lençóis, o turista tem sob seus pés incontáveis diamantes guardados, ao longo de muitos milhões de anos, pelos conglomerados polimíticos da Serra do Sincorá. Por sorte, não há meio de detectá-los e eles permanecerão lá por outros milhões de anos.

 

Imagem arquivo pessoal – Reginaldo Marinho

Quem sobe a serra vai caminhando sobre verdadeiras obras de arte esculpidas pela natureza, na rocha formada por minerais ejetados do fundo da Terra. Junto com esse material vieram os diamantes, essas pedras fascinantes que mexem com o imaginário feminino do mundo inteiro. O caminho nos conduz a um mergulho num mundo desconhecido de formas e cores espetaculares.

 

Imagem arquivo pessoal – Reginaldo Marinho

O leito do rio revestido por seixos multicoloridos e de formas diversificadas, que unidos pelo amálgama sedimentar, vão compondo essas figuras mágicas trabalhadas pelo atrito causado pela água e surpreendentemente polidas. Em determinadas áreas do leito, a superfície da pedra é tão polida que se pode admitir que a água era enriquecida de partículas de diamantes.

As fotos colhidas no leito dos Rio Lençóis, exibindo imagens intrigantes que representam figuras antropomorfas, gnomos, duendes, animais e seres que habitam o mundo lírico da fantasia lapidadas pela água, em milhões de anos, sobre os conglomerados polimíticos que predominam as rochas da formação Tombador, característica da Chapada Diamantina. São imagens surreais que expressam na pedra uma transcrição visível da linguagem dos sonhos, personagens que habitam o inconsciente coletivo.

 

Imagem arquivo pessoal – Reginaldo Marinho

A exposição oferece uma leitura artística de um fenômeno geológico e tem a intenção de apresentar para o público, de modo simples e direto, essa riqueza da geologia tão visível e frequente da paisagem diamantina, particularmente no Serrano, em Lençóis. É um convite para decifrar os signos gravados na pedra, para conhecer esse universo mágico nascido junto com os diamantes que dominam a Serra do Sincorá.

 

Imagem arquivo pessoal – Reginaldo Marinho

A exuberância da paisagem da Chapada Diamantina é tão fantástica que oculta a visão dos turistas para esse fenômeno e pretendemos tirar esse véu que encobre os olhares dos visitantes.

%d blogueiros gostam disto: