Seabra sedia primeiro Seminário Territorial da Formação Continuada

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, por meio do Instituto Anísio Teixeira (IAT/SEC), inicia a partir desta semana, a realização dos Seminários Territoriais da Formação Continuada – Saberes e Fazeres. A atividade reunirá diretores escolares, coordenadores pedagógicos, professores, estudantes e representantes das equipes técnicas dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) dos 27 Territórios de Identidade da Bahia. O primeiro seminário acontece em Seabra, no Centro Educacional de Seabra, nesta quinta-feira (7), às 8h.

Ao todo serão realizados 12 encontros, um em cada Polo Formativo que sediou as atividades da Formação Continuada promovida pelo IAT. O último está previsto para acontecer em Juazeiro, no dia 11 de dezembro.

Segundo a diretora geral do Instituto Anísio Teixeira, Cybele Amado, os Seminários Territoriais buscam promover a troca de experiências entre os educadores e a socialização de conhecimentos em relação aos conteúdos trabalhados na Formação Continuada e que impactaram a prática pedagógica em sala de aula. “Esta troca de conhecimento é fundamental, pois acreditamos nos territórios colaborativos e sabemos que juntos encontramos os melhores caminhos para o fortalecimento das aprendizagens”, informou.

Formação Continuada

Por meio do IAT, a Secretaria da Educação está promovendo a Formação Continuada de diretores escolares e coordenadores pedagógicos da Rede Estadual de Ensino, além das equipes técnicas dos NTE. Esta ação tem como foco o fortalecimento das aprendizagens dos estudantes, em especial os que estão entre o 6º e o 9º ano e Ensino Médio.

Diretora Pedagógica do Instituto Anísio Teixeira, Diana Melo explica que a Formação Continuada tem como pilares o currículo, a avaliação e a prática pedagógica. “Este ano realizamos quatro encontros formativos em que trouxemos para pauta as funções, rotinas e práticas inseridas na atuação dos diretores e coordenadores com foco na gestão das aprendizagens, além de temáticas como currículo e avaliação como indutores do planejamento para as escolas e a leitura como disparador para a resolução de problemas”, informou.

Esta ação alcança cerca de 2,3 mil profissionais da educação. Mas, o número já tende a aumentar após o início da Formação Continuada para os municípios em Regime de Colaboração. A expectativa é alcançar cerca de 6 mil profissionais da educação. Em 2020 a Formação Continuada chegará, também, a todos os professores via Educação a Distância (EaD).

error: Conteúdo bloqueado...
%d blogueiros gostam disto: