Festival de Jazz do Capão acontece dias 22 e 23 de novembro

O Festival de Jazz do Capão acontece nos dias 22 e 23 de novembro, já faz parte do calendário de eventos do Nordeste e é um dos momentos mais esperados do ano pelos apreciadores do Jazz, músicos, amantes da natureza e comunidade local. O festival será realizado nos dias 22 e 23 de novembro (sexta e sábado), a partir das 20h, na Praça da Vila do Capão, distrito de Caeté-Açú, localizado no município de Palmeiras, a 440 km de Salvador. O projeto conta com o apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura. A realização é da Cambuí Produções e produção Gil e Canella Produções.

Em sua 8º edição o festival que é gratuito traz na programação grandes nomes da música local, nacional e internacional. Na sexta-feira (22), a Mostra Capão, que existe desde a primeira edição e é um espaço dedicado para a expressão musical do vale, traz este ano a força do feminino através de três trabalhos bem distintos: o canto afro indígena do TerrAqua, as canções intuitivas de cura de Andréa Cathalá, e a roda de samba do Yayá Massemba. Na mesma noite tem os shows do guitarrista Nelson Veras e do sexteto do pianista e compositor Luã Almeida. O sábado (23) começa com a Mostra UFBA que traz o Quarteto Alquife. Na sequência se apresentam a banda Kapelle17 (Alemanha) e o Cesar Camargo Mariano Trio, liderado pelo pianista, compositor, arranjador e produtor Cesar Camargo Mariano que tem 50 anos de carreira e mais de 30 discos lançados.

Cesar retorna aos palcos com a formação instrumental que iniciou sua carreira, acompanhado de músicos desta nova geração como Sidiel Vieira (baixo) e Thiago Rabello (bateria). “Há muito tempo tenho a vontade de tocar novamente na formação de Trio, o que me impulsionou a criar um repertório com composições novas e revisitar alguns temas clássicos da Bossa Nova, como também do Jazz e do Pop Americanos. Fiquei muito contente com o convite para tocar no Festival de Jazz do Capão, nesta região da Bahia de cultura e natureza tão ricas.”, destaca Cesar Camargo Mariano.

WORKSHOPS
Além dos shows, nos dois dias de evento no período da tarde, serão realizados workshops, no Circo do Capão. No dia 22 de novembro, a banda Kapelle 17 vai abordar “Improvisação e Composição Jazzísticas” a partir das 14h e Cesar Camargo Mariano recebe o público, às 16h, para um bate-papo sobre suas experiências como pianista, arranjador, produtor e compositor.
No dia 23 de novembro, às 14h, o workshop de Luã Almeida será sobre “Piano e Composição” e às 16h, o de Nelson Veras será sobre “Guitarra e Improvisação”.

Os workshops existem desde a primeira edição e têm uma função dupla. De acordo com o curador e diretor artístico do Festival, Rowney Scott, eles servem “para os artistas terem um contato mais próximo com o público em geral e também para estudantes de música e músicos locais poderem tirar dúvidas musicais específicas e saber mais sobre as carreiras dos artistas. Funciona como um bate papo musical, mas a condução fica por conta do artista”.

CAMPANHA AMBIENTAL
O Festival de Jazz do Capão promove a música instrumental, o Jazz, os artistas locais, o comércio, mas também faz uma reflexão sobre o impacto ao meio ambiente. Pensando nisso em todas as edições a campanha ambiental do evento desperta o público para a conscientização de temas como o descarte do lixo, uso da água, o trânsito nas proximidades do vale, contratação de guias certificados para visitação entre outros assuntos. A programação inclui ações de coleta seletiva e também o incentivo à carona solidária. O objetivo dos organizadores com a ação é reduzir o impacto ambiental do projeto ao menor nível possível.

error: Conteúdo bloqueado...
%d blogueiros gostam disto: