Noticias

Município de Ruy Barbosa se mobiliza com Inema pela conservação da fauna Silvestre

Chega ao fim, nesta sexta-feira (29), a Semana de Sensibilização promovida pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) em parceria com o município de Ruy Barbosa. Durante os dias 25 a 29, a iniciativa realizou uma série de ações educativas com o intuito de conscientizar os moradores sobre a importância da preservação da fauna silvestre para a manutenção da biodiversidade.

Fonte Ascom/Inema

“Contando com o apoio das secretarias de Meio Ambiente, Agricultura e Educação do município, o evento teve como objetivo integrar o tema da conservação da fauna ao currículo escolar, bem como diminuir as ameaças enfrentadas pelos animais na Bahia. Para isso, foram adotadas diversas estratégias, incluindo a formação de educadores ambientais para os professores das escolas urbanas e rurais”, destacou a bióloga do Inema, Rosane Barreto.

Um dos pontos altos do programa foi a Campanha de Entrega Voluntária de Animais Silvestres, proporcionando à comunidade local a oportunidade de entregar, de forma voluntária e sem qualquer penalidade, animais silvestres que estejam ilegalmente em residências. Essa iniciativa tem o objetivo de coibir o comércio ilegal de animais e promover o bem-estar dos mesmos.

Além disso, o programa englobou palestras voltadas para os conselheiros da Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) Serra do Orobo, à qual Ruy Barbosa está inserida, e oficinas direcionadas aos agricultores familiares da região. Tais atividades tinham como meta disseminar conhecimentos e técnicas que promovem a coexistência harmoniosa entre a comunidade local e a fauna silvestre.

Durante as atividades, foram construídos conceitos de educação ambiental e educomunicação, legislação de proteção à fauna, ecologia dos animais, além de esclarecer as diferenças entre animais domésticos, silvestres e exóticos. “O Inema reforça seu compromisso com a conservação da fauna silvestre por meio de diálogos participativos. Essa iniciativa é crucial para promover a conscientização e buscar soluções sustentáveis para o município”, explicou a bióloga Samantha Grimaldi, da Coordenação de Gestão de Fauna.

Fonte: Ascom/Inema

CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

  

Atenção, não somos responsáveis pelos comentários