Sergio Moro pede demissão do cargo de ministro

66 / 100 SEO Score

Nesta manhã desta sexta-feira (24/04) o ex-juiz Sergio Moro convocou coletiva para confirmar a sua saída do cargo de Ministro. Moro era considerando um dos mais populares nomes da equipe de Jair Bolsonaro, Moro não faz mais parte do governo. O ministro da Justiça e Segurança Pública deixa o cargo após a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, nesta sexta-feira (24). Valeixo havia sido indicado por Moro para a posição, e foi demitido por Bolsonaro à revelia do ministro.

Houve tentativa de fazer Bolsonaro desistir da troca e de Moro aceitar permanecer, mas não ocorreu reversão no quadro que se desenhou a partir de quinta-feira (23). Em seu primeiro compromisso do dia, às 9h, Bolsonaro comunicou ao subordinado a intenção de trocar o comando da PF.

Indignado, o ministro comunicou então ao presidente que caso o delegado seja demitido ele também pretende deixar o governo. A notícia logo vazou, dando contornos de crise política à queda de braço.

Desde o ano passado, Bolsonaro tem ameaçado trocar o comando da PF porque quer ter controle sobre a atuação da polícia, especialmente em processos que envolvem sua família.

*Com informações do GauchaZH

%d blogueiros gostam disto: