Quatro mandados são cumpridos durante ‘Operação Primus’

49 / 100 SEO Score

O levantamento de informações e o monitoramento de líderes de organizações criminosas, resultaram nas prisões de quatro bandidos e nas apreensões de armas, drogas e munições, no início da manhã desta quarta-feira (29), na cidade de Irecê, durante a ‘Operação Primus’. Deflagrada pela Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), em parceria com a 1ª Delegacia Territorial (DT), ambas sediadas naquele município, seis alvos prioritários da região foram investigados.

Foto: Divulgação SSP
Deflagrada na manhã desta quarta-feira (29), a ação conjunta das polícias civil e militar ainda apreendeu armas, drogas e munições com os criminosos.

Segundo contou o titular da DTE de Irecê, delegado Alex Nunes Rocha, coibir o tráfico de drogas na região foi o principal objetivo da operação. “Já possuíamos informações sobre eles e por isso fomos pontuais nas localizações. Tudo indica que eles fazem parte da mesma facção”, contou, lembrando que “os alvos têm passagens pela polícia pelos crimes de tentativa de homicídio, receptação, tráfico de drogas e porte ilegal de arma”.

A ação ainda contou com a participação de equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Irecê), da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) Semiárido e do 7º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Irecê).

“Na hora da prisão nenhum ofereceu resistência e foram encaminhados com tranquilidade para a delegacia. Eles estavam escondidos em diversos locais do município e as informações da Polícia Civil auxiliaram o nosso trabalho”, explicou o comandante da Cipe Semiárido, major Carlos Maltes Filho.

Quatro revólveres calibres 32 e 38, munições e trouxinhas de maconha foram apreendidas pela operação conjunta. Os materiais encontrados, acompanhados dos criminosos, foram encaminhados para a delegacia onde, de acordo com o titular da DTE, os proprietários foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma e tráfico de drogas. Ele ainda informou que “as investigações continuam em andamento para a localização de outros criminosos”.

Fonte: Ascom / Rafael Rodrigues

%d blogueiros gostam disto: