Noticias

Padrasto é condenado a 30 anos de prisão por matar enteada

Nesta quarta-feira (8), o Tribunal do Júri de Cidade Gaúcha, no Paraná, condenou um homem acusado de matar a enteada a facadas. Edson Silvano Borges Greche Cruz, de 48 anos, recebeu a pena máxima de 30 anos de prisão.

Haislaine Lima Barbosa tinha 21 anos Foto: Reprodução/Print de vídeo RPC

Edson foi condenado por homicídio qualificado, e feminicídio por motivo torpe. O crime aconteceu em novembro de 2022. Segundo as investigações, o homem confessou que matou Haislaine Lima Barbosa, de 21 anos, por raiva e com, pelo menos, quatro golpes de faca.

O homem teria ainda dito à polícia que passou as mãos nas partes íntimas da vítima, que reagiu. Na época do crime, a faca usada foi apreendida.

Carla Cristina de Lima, prima da vítima, falou em “alívio” após a condenação de Edson.

– Estamos sentindo um alívio por essa condenação, acreditamos que tudo foi muito bem conduzido. A Haislaine não vai voltar, mas a justiça foi feita – comentou.

As informações são do G1 e Pleno News.

CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

  

Atenção, não somos responsáveis pelos comentários