Morre terceiro policial civil envolvido no acidente na BA-233, entre Itaberaba e Ipirá

O terceiro policial civil envolvido em um acidente grave com uma viatura na BA-233, na região da Chapada Diamantina, teve a morte cerebral decretada na manhã deste sábado (5), um dia depois do ocorrido. A informação foi dada por amigos da vítima, que informaram que ele sofreu morte cerebral, e confirmada pela Polícia Civil. Vale ressaltar que os aparelhos ainda permanecem ligados durante o trâmite legal para morte cerebral.

Yago de França – Redes sociais

Yago da França Souza Avelar tinha de 39 anos, era casado e não deixou filhos. “Era um rapaz muito centrado, muito inteligente, talentoso. Desenvolvia atividades percussivas, fez parte do Grupo Ganhadeiras de Itapuã. Um cara ímpar, muito bom de coração. Sou suspeito para falar dele, era um irmão que vai deixar muita saudade, fará muita falta”, disse João Pedro das Virgens, soldado da Polícia Militar e amigo de infância do agente.

Assim como os outros dois colegas que morreram, Yago era lotado na 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Seabra). Ele foi aprovado no concurso de 2018, ingressou no quadro da Polícia Civil em outubro de 2020 e foi designado para servir no Departamento de Polícia do Interior (Depin), no município de Seabra, região da Chapada Diamantina.

Nossa consternação fica ainda mais dolorosa com esta notícia. Também acompanhei de perto o desempenho de Yago, quando foi junto com Kleber e Matheus, meu aluno na Academia da Polícia Civil. Mais uma perda lamentável para nossa Instituição, de um jovem, também com futuro promissor na nossa polícia, que neste momento está em profundo luto”, declarou a Delegada-Geral Heloísa Campos de Brito.

As informações são do G1 Bahia

Kleber Medrado

Kleber Medrado é Jornalista com registro profissional 0006598/BA, editor Chefe do SeLigaChapada.com.brDesde 2013 trazendo informações da região Chapadeira para o mundo.

%d blogueiros gostam disto: