Morre o agricultor que incendiou um colchão no Hospital Espanhol em Salvador

48 / 100

Morre o agricultor André Saturnino de Souza, 55 anos, nesta sexta-feira (8), que estava internado em estado grave no Hospital Municipal, em Cajazeiras. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde, que não informou a causa da morte.

O paciente precisou ser internado na unidade de saúde após fraturar o fêmur ao pular do 4º andar do Hospital Espanhol, na Barra, onde ocupava uma das enfermarias, com suspeita de coronavírus.

O agricultor André incendiou um colchão no Hospital Espanhol após um surto psicótico. Com suspeita de Coronavírus, o resultado do exame foi divulgado pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) na quinta-feira (7) sendo negativo para COVID-19.

O agricultor deu entrada no Hospital Nossa Senhora da Natividade de Santo Amaro, no Recôncavo baiano, com sintomas similares ao da covid-19, como falta de ar, febre e tosse. Ele foi internado na unidade no dia 3 de maio, onde passou por um teste rápido, e, no dia seguinte, foi transferido para o Hospital Espanhol, no bairro da Barra, em Salvador.

Com informações do Correio24Horas.

%d blogueiros gostam disto: