Imprensa de Luto: Morre aos 70 anos o Jornalista Everildo Pedreira

Faleceu na madrugada desta sexta-feira (29/03), Everildo Macedo Pedreira aos 70 anos de idade no Município de Macajuba com suspeita de pneumonia, fato não confirmado pelo hospital.

Arquivo pessoal

Everildo iniciou sua carreira de jornalismo por acaso, após flagrantear um assassinato em Salvador enquanto fotografava aleatoriamente, quando uma equipe tentou comprar a foto do assassinato, ele fez uma proposta, que em troca da foto, o Jornal o contratasse como repórter policial.

Durante seu início, chegou a usar dois nomes para trabalhar em dois jornais diferentes, sendo eles: Esdas Pedreira e Everildo Pedreira, confira a história no vídeo abaixo.

Everildo Pedreira – Foto arquivo Tribuna da Chapada

Vale salientar que o Jornalista já tinha mais de 56 anos com trabalhos jornalísticos, só com o Tribuna da Chapada já são mais de 40 anos, este que tinha circulação de Seabra no centro da Chapada Diamantina até o Sul da Bahia.

Hoje o Jornal Tribuna da Chapada, em sua edição online na qual atuava, trouxe uma mensagem emocionante do seu filho Júnior Macedo Pedreira.

Morre um apaixonado pelo jornalismo tradicional, um defensor dos municípios, um incansável criador de historias, um homem obstinado pelo Jornal Tradicional. Custou traze-lo para o ‘novo’, as novas plataformas, mas fica a mensagem de que em vida, Everildo soube como nunca, transmitir sua alegria, sua esperança e sobretudo, sua força em transformar sua paixão. O jornalismo Verdade.
Everildo tinha medo de Morrer, Sim tinha medo de Morrer, e não escondia deninguém, ontem em suas ultimas(pelo whatsapp) me disse: ‘’Filho tô com medo”
Descanse em Paz Meu pai, Meu Herói!
Junior Macedo Pedreira

Vale salientar que nós do Seligachapada.com.br recebemos muitos conselhos do “Velho Everildo”, inclusive tivemos parcerias e amizades fora do Jornalismo, a nossa redação se solidariza com os familiares, nossos fraternos sentimentos, descanse em paz Everildo Pedreira.
O corpo do jornalista será velado no memorial do PAFM em Macajuba e o sepultamento será realizado neste sábado (30/03) às 10:00 horas da manhã.

“Ficará em minha memória como colega de profissão, os áudios recebidos de Everildo por Whatsapp, com a irreverência na qual me Chamava de Klebão….”

Por Kleber Medrado da redação Seligachapada.com.br

%d blogueiros gostam disto: