Ibicoara surgiu no início do século XIX com a chegada de alguns garimpeiros à procura de ouro.

RTEmagicC_Ibicoara.jpg[1]

Ibicoara surgiu no início do século XIX com a chegada de alguns garimpeiros à procura de ouro. O povoado de São Bento, como inicialmente era conhecido, passou a ser ponto de descanso de tropeiros e garimpeiros que viajavam para Mucugê ou Andaraí. Ali surgiram a cultura de café (até hoje fortemente presente) e a criação de gado. O povoado passou a se chamar Igarassu e, na década de 1940 passou a distrito com o nome de Ibicoara, sendo emancipado de Mucugê em 1962. Destacam-se os festejos herdados dos antepassados (Festa de S. Bento e Reisado), a festa junina e o carnaval. Alguns pratos típicos da cidade incluem o godó ou cortado de banana, o beiju e o cuscuz. Atualmente destacam-se as culturas de café e batata.

Principais pontos turísticos/ eventos culturais: A Cachoeira do Buracão, a principal atração, tem cerca de 85 metros de altura e fica a trinta km da cidade em estrada de terra ruim (acompanhamento de guia é obrigatório).

Dados Econômico-sociais
População estimada 2013: 19.071
Área da unidade territorial (km²): 849,835
Produto Interno Bruto (PIB): 219,117
Principais Atividades Econômicas: A cidade é hoje uma das maiores produtoras de café e hortigranjeiro do estado. Destacam-se, também, o artesanato, a apicultura e o fabrico de cachaça. A atividade de ecoturismo vem crescendo e gerando empregos. Também tem destaque a produção de maçã eva.

Dados Ambientais (geografia)
Bioma: Caatinga
Clima: Tropical de Altitude

Fonte: ibahia.com

Comentários

Clique aqui para comentar sobre esta informação

Share.

About Author

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: