Homem é condenado a 28 anos de prisão por ter matado ex-companheira em Caetité

Marinaldo Pereira de Souza foi condenado na terça-feira, dia 24, em Caetité – Ba, a 28 anos de prisão pelo feminicídio de Talita Castro de Souza. A tese de acusação foi sustentada pela promotora de Justiça Daniele Chagas Rodrigues Bruno e acatada pelo júri, presidido pelo juiz Pedro Silva e Silvério. O crime foi cometido por motivo fútil, em situação de violência doméstica e familiar e sem possibilidade de defesa da vítima.

De acordo com a denúncia, Marinaldo atacou a ex-companheira no dia 26 de maio de 2018, na Fazenda Araticum, no distrito de Brejinho das Ametistas, a golpes de faca. Ele vinha ameaçando Talita desde que os dois haviam rompido o relacionamento. No dia do crime, ele já chegou à fazenda armado com a faca e anunciou a uma testemunha, que presenciou Marinaldo bebendo “para criar coragem”, que mataria a ex-companheira. A pena deverá ser cumprida em regime inicialmente fechado.

Cecom/MP

error: Conteúdo bloqueado...
%d blogueiros gostam disto: