O governador Jaques Wagner, o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, e os secretários estaduais Cícero Monteiro (Desenvolvimento Urbano), Moema Gramacho (Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza) e Rui Costa (Casa Civil), estiveram nesta segunda-feira (9), em Lajedinho, na Chapada Diamantina, para avaliar a situação da cidade atingida por uma forte chuva na noite de sábado (7). Durante o temporal, 202 casas foram destruídas, 16 pessoas morreram, 840 estão desabrigadas, uma pessoa ainda está desaparecida.

dfsa_civil

A Defesa Civil do Estado vai decretar situação de emergência no município. Para atender as vítimas, um centro de operações foi montado na Escola Ana Lúcia de Lima e voluntários da Cruz Vermelha ajudam no atendimento e distribuição de cestas básicas, água, remédios e cobertor.

A prioridade neste momento é prestar assistência à saúde da população e, por isso, uma enfermaria provisória foi montada. Ao mesmo tempo, equipes do Corpo de Bombeiros trabalham para retirar os escombros dos imóveis destruídos e percorrem o leito do rio na tentativa de localizar a vítima que ainda está desaparecida.

“Fiz questão de ver de perto essa situação, em solidariedade às famílias enlutadas, ao prefeito e a todos da cidade. É uma cidade pequena e, proporcionalmente, esse volume de destruição e perda de vidas é muito grande. A primeira preocupação é com a questão da saúde, por isso o Estado trouxe um especialista nessa área. Agora, estamos tratando com o prefeito para fazer o levantamento de tudo que foi perdido”, comentou o governador.

Wagner disse ainda que a presidente Dilma está acompanhado todos os acontecimentos em Lajedinho e que o objetivo é agir rápido para minimizar o prejuízo e sofrimento dos desabrigados.

União de esforços e reconstrução

O Governo do Estado e o Ministério da Integração Nacional estão unindo esforços para reconstruir a cidade. Diante do sofrimento da população, os moradores e prefeitos de cidades vizinhas não param de chegar a Lajedinho com doações, como roupas e alimentos.

A Defesa Civil orienta que as casas sejam reconstruídas na parte alta da cidade para evitar que situações como essa aconteçam novamente. Sobre as moradias, o governador disse que “já tínhamos um conjunto de 40 casas sendo construídas aqui pelo Minha Casa, Minha Vida. Em função do desastre, a gente vai trabalhar para trazer novos investimentos e reconstruir a vida das pessoas em local seguro”.

O ministro Fernando Teixeira ressaltou que os moradores podem contar com o apoio do governo. “Vai ser preciso reconstruir tudo na parte alta da cidade. O Ministério da Integração está aqui para apoiar os desabrigados e ajudar a prefeitura e o governo do Estado.”

Informações: http://www.comunicacao.ba.gov.br/noticias/2013/12/09/governos-estadual-e-federal-trabalham-para-apoiar-moradores-de-lajedinho

Comentários

Clique aqui para comentar sobre esta informação

Share.

About Author

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: