“Este é último indulto com tão ampla generosidade”, afirma Sérgio Moro

O futuro ministro Sérgio Moro, anunciou nesta sexta-feira (30), durante coletiva de imprensa, mais dois nomes para integrar a equipe dele no Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro.

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado.

O auditor da receita federal Roberto Leonel, que atua na área de inteligência, vai ocupar a presidência do Conselho de controle atividades financeira – Coaf, órgão hoje vinculado ao Ministério da Fazenda, que será transferido para o Ministério da Justiça no próximo ano. O Coaf investiga movimentações financeiras.

Moro também anunciou ainda que o procurador da Fazenda Nacional Luiz Roberto Beggiora será o Secretario Nacional de Políticas Sobre Drogas – Senad.

O futuro ministro da Justiça falou sobre o indulto nataliano assinado pelo presidente Michel Temer, assinado no ano passado, que está sendo julgado pelo Supremo Tribunal Federal.

Na última quinta-feira (29), a maioria dos ministros do Supremo votou por manter o indulto.

Mas, pedido de vista do ministro Luiz Fux adiou a decisão final. O decreto de Temer reduziu para um quinto o tempo exigido de cumprimento da pena para que o condenado por crime não violento ganhe a liberdade.

%d blogueiros gostam disto: