Sugestão de Pautas

Encontro de trios elétricos na Praça Castro Alves revive história do Carnaval soteropolitano

Em 1976, os trios elétricos Tapajós, sob comando dos Novos Baianos, e Dodô e Osmar, com participação de Moraes Moreira, protagonizaram, na Praça Castro Alves, um marco emblemático no Carnaval de Salvador: o encontro de trios. Desde então, a praça do poeta foi palco da confluência de vários artistas e ritmos.

Fotos: Betto Júnior/ Secom PMS

Com intuito de valorizar a história da folia momesca, a Prefeitura promoveu, nesta quinta-feira (8), um encontro épico na abertura da festa. Ivete Sangalo, Carlinhos Brown, Ilê Aiyê e BaianaSystem reviveram a energia e a essência dos carnavais passados, celebrando a rica diversidade musical e cultural da Bahia.

Cantando famosos hits, como “Muito Obrigado Axé”, “O Mundo Vai”, “Tempo de Alegria”, “Eva”, e a candidata a música do Carnaval, “Macetando”, Ivete, que comemora 30 anos de carreira com a turnê “A Festa”, abriu mais uma vez a folia e fez o povo ir ao delírio.

Fotos: Betto Júnior/ Secom PMS

A cantora destacou a importância do encontro de trios no tradicional palco da maior festa popular do mundo. Para ela, a abertura carrega um grande simbolismo e fortalece a história da música baiana.

“Tenho certeza que essa abertura será algo inesquecível, porque a gente vai revisitar um lugar muito emblemático do Carnaval baiano, que é a Praça Castro Alves. Eu já vivenciei encontros de trios memoráveis, de grandes artistas e nomes da música brasileira. Sempre foi uma tradição nossa. É um momento muito importante trazer de volta esse lugar, esse cenário e cartão-postal que é a Praça Castro Alves, que já embalou tantos carnavais”, disse.

Estreia – Combinando uma série de possibilidades sonoras, o BaianaSystem participou pela primeira vez da abertura e logo de cara fez parte, possivelmente, de um dos momentos mais marcantes do Carnaval de 2024. Russo Passapusso, vocalista da banda, revelou o sentimento de fazer parte de uma data tão marcante para o povo soteropolitano.

Fotos: Betto Júnior/ Secom PMS


 
“É uma responsabilidade imensa. Estar aqui homenageando os blocos afro significa uma construção do que é o processo de continuidade de uma música muito forte. Estamos com o coração pulsando, pulsações essas que vem de ritmo, de toque, de tambor, estamos falando de uma musicalidade que vem de África e que respira resistência, respira comunicação com o povo”, afirmou o cantor.

A foliã Kátia Araújo, 50 anos, parabenizou a Prefeitura de Salvador pela iniciativa de trazer a abertura para o Centro Histórico. Acompanhada da filha, de apenas cinco anos, Kátia se emocionou ao relembrar de antigos carnavais. 

Fotos: Betto Júnior/ Secom PMS

“Hoje, quando cheguei na Praça Castro Alves, pude me lembrar do meu primeiro Carnaval, que minha mãe me trouxe. A concentração era ao lado do Cine Glauber Rocha. Depois de 40 anos eu voltei a sentir essa energia contagiante ao lado da minha filha. Que a Prefeitura continue realizando a abertura oficial aqui no Centro, afinal, nenhum outro lugar representa melhor a cultura soteropolitana, da capital afro”.

Programação — O Carnaval de Salvador acontece entre os dias 08 a 14 de fevereiro de 2024. A programação completa pode ser acessada no site https://carnaval.salvador.ba.gov.br/ e no @‌salvadormeucarnaval no Instagram.

Reportagem: Iago Maia/ Secom PMS

CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

  

Atenção, não somos responsáveis pelos comentários