Bolsonaro libera R$ 18 milhões para obras de Irmã Dulce na Bahia

O governo federal doará R$ 18 milhões ao Hospital Santo Antônio, criado pela Irmã Dulce, a 1ª santa nascida no Brasil. A portaria que libera os recursos foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em cerimônia no Planalto na 3ª feira (15.out.2019) e publicada nesta 4ª (16.out) no Diário Oficial da União.

O Hospital Santo Antônio fica dentro da instituição Obras Sociais Irmã Dulce, fundada em 1959. A unidade de saúde foi improvisada na área de 1 pequeno galinheiro. No local, Dulce atendeu os primeiros 70 pacientes, dando origem ao centro filantrópico.

© Reprodução/Agliberto Lima (via Fotos Públicas)Dulce no hospital Santo Antonio, construído por ela para atendimento médico gratuito

Por causa de sua trajetória, a religiosa foi canonizada pelo papa Francisco no fim de semana, no Vaticano. Diversas autoridades brasileiras foram ao evento, incluindo o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro da Saúde, Henrique Mandetta. Bolsonaro não foi ao local.

Na capital baiana, onde a freira viveu, a celebração da canonização será realizada em 20 de outubro, a partir das 12h30, na Arena Fonte Nova. A expectativa é reunir 55.000 pessoas.

Inicialmente, o Palácio do Planalto informou que o presidente não iria ao Vaticano, mas participaria das comemorações em Salvador. A presença foi cancelada. O governo alegou problemas na agenda. Bolsonaro irá ao oriente no fim do mês.

As informações são do MSN

error: Conteúdo bloqueado...
%d blogueiros gostam disto: