Noticias

Bandeirinha morre durante partida de futebol na Chapada Diamantina

Uma assistente de arbitragem, popularmente conhecida como Bandeirinha, morreu na tarde deste sábado (23/09), enquanto atuava em uma partida de futebol pelo Campeonato Municipal de Tapiramutá, cidade que fica na Chapada Diamantina.

Imagem reprodução

De acordo com o G1, Sueli Ferreira da Silva, que não teve a idade revelada, trabalhava como “bandeirinha”, quando se sentiu mal aos 11 minutos do primeiro tempo, e pediu ao juiz que parasse o jogo.

Ela foi amparada inicialmente pelos jogadores e depois foi levada por profissionais de saúde para o Hospital Municipal Doutor José Nery.

A partida seguiu, entretanto, no intervalo entre o primeiro e o segundo tempo, os atletas receberam a informação da morte da assistente de árbitro e o jogo, que estava empatado em 1 a 1, foi suspenso.
Ainda não se sabe o que causou o óbito, mas suspeita é que Sueli tenha sofrido um infarto. Sueli atuava em jogos amadores e disputas de várzea no interior, e se tornou conhecida por ser uma das poucas mulheres a trabalhar com arbitragem pela Federação Baiana de Futebol.

Não há detalhes sobre o sepultamento de Sueli. A prefeitura de Tapiramutá emitiu nota e pesar e lamentou a morte da árbitra assistente, que também era professora. A gestão anunciou que o jogo que estava previsto para (24), entre Bahia da Ingazeira e Recanto, foi adiado e será realizado em nova data a ser anunciada.

CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

  

Atenção, não somos responsáveis pelos comentários